Implantes

O melhor investimento que você pode fazer para uma terceira idade saudável, é a manutenção dos dentes. São eles que vão permitir uma saúde melhor e uma vida social digna. Para quem já perdeu todos ou para quem perdeu alguns ou um só, hoje é possível a recuperação de toda a função mastigatória através da colocação de implantes dentários.
Nada mais são que raízes falsas que vão prender a coroa do dente faltante. Já é possível hoje em alguns casos sair na mesma hora com o dente colocado.
Se você perdeu um ou mais dentes ou o seu dentista, após exame meticuloso, previu que inevitavelmente você passará por uma ou mais extrações dentárias e você gostaria de restaurar a sua condição para mastigar os alimentos, falar e sorrir com naturalidade e confiança, então os implantes dentários poderão ser indicados.
O avanço tecnológico em material dentário e técnico tem ampliado as possibilidades de sucesso dos implantes, capacitando muitos pacientes a gozarem de conforto e confiança oral.

Supondo que você não tenha ainda sido informado sobre o que um implante osseointegrado apresentamos a seguir algumas informações preliminares para sua orientação.
PARA QUE SERVEM OS IMPLANTES?

Sendo substitutos de raízes de dentes naturais que foram extraídos, os implantes passam a funcionar como suporte fixos para os dentes artificiais, tanto para substituir um dente individualmente quanto para suportar pontes fixas ou dentaduras, no caso de perda total dos dentes. Por outro lado, como nem todas as regiões da maxila e da mandíbula podem receber implantes, devido a consistência óssea ou a aspectos anatômicos próprios de cada região, nos casos de paciente com várias perdas ou mesmo com perda total dos dentes, são usados implantes em pontos adequados, os quais permitirão a fixação de uma ponte ou dentadura de forma fixa, estável e confortável.
Isto significa que qualquer pessoa que tenha perdido seus dentes pode resolver seu problema com implantes?
O candidato adequado deve gozar de boa saúde bucal e possuir osso adequado nos maxilares para suportar os implantes. Igualmente e que esteja consciente da necessidade de manter contentemente boa higiene oral e manter com seu dentista uma obrigatoriedade de visitas periódicas.
O planejamento para a colocação de implantes envolve uma revisão da história médica e dental do paciente, um exame clinico completo dos tecidos bucais, da conformação anatômica consistência do osso de suporte dos maxilares, através de diferentes técnicas radiográficas. Deve ser estudada também a forma com os dentes deverão articular-se através de modelos de gesso. Após um estudo completo e meticuloso o dentista estará apto a discutir com o candidato os benefícios e os riscos, além da possibilidade de tratamentos alternativos e/ou complementares que possam criar condições para a colocação dos implantes.

QUAIS AS VANTAGENS DOS IMPLANTES DENTÁRIOS?

Os implantes dentários podem suportar a colocação de dentes artificiais da mesma maneira que as raízes de dentes naturais. Oferecem uma alternativa para dentaduras que deslocam causam dor ou produzem estalidos. Permitem melhor mastigação dos alimentos e maior confiança no falar e no sorrir. Nos casos realmente indicados, a porcentagem de sucesso é superior a 90%.

QUAIS AS DESVANTAGENS?

Os implantes dentários requerem um investimento econômico financeiro maior do que uma ponte fixa, removível ou uma dentadura convencional.
Um implante dentário requer investimento no tempo aproximadamente de 4 a 9 meses até que seja completado. Como qualquer procedimento cirúrgico os implantes dentários envolvem um risco de infeção.

QUAIS OS PROCEDIMENTOS CIRURGICO-PROTÉTICOS PARA A COLOCAÇÃO DE UM IMPLANTE?

O procedimento cirúrgico varia dependendo do tipo de implante e da saúde do paciente. A maior parte dos pacientes pode submeter-se a anestesia local, no próprio consultório dentário, desde que haja condições de assepsia adequada.
Outros pacientes toda viam necessitam de anestesia geral e de uma breve estada em hospital durante e após o procedimento operário, onde a eventual necessidade de cuidados médicos adicionais pode ser atendida prontamente.
O primeiro ato cirúrgico refere-se a colocação do implante e seu recobrimento pela gengiva adjacente. Segue-se o processo de reparação pela qual o tecido ósseo se reorganiza ao redor do implante, fixando-o firmemente, o que leva de 1 a 6 meses. A isso chamamos osseointegração.
O segundo procedimento cirúrgico consiste numa pequena intervenção apenas no tecido fibromucoso que recobre cada implante, e colocação das peças metálicas intermediárias que servirão de ligação entre um implante intra-ósseo e o dente , através da gengiva. Como qualquer cirurgia, levará algumas semanas para cicatrizar.
Finalmente todo o tratamento foi completado. Vem a frase mais importante, a cargo do próprio paciente, que abrange medidas de higiene adequadas e visitas regulares ao dentista para prevenir quaisquer problemas futuros.
O melhor investimento que você pode fazer para uma terceira idade saudável, é a manutenção dos dentes. São eles que vão permitir uma saúde melhor e uma vida social digna. Para quem já perdeu todos ou para quem perdeu alguns ou um só, hoje é possível a recuperação de toda a função mastigatória através da colocação de implantes dentários. Nada mais são que raízes falsas que vão prender a coroa do dente faltante. Já é possível hoje em alguns casos sair na mesma hora com o dente colocado.

Quer saber mais?

Entre em contato (11) 3813.7979
ou pelo email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Estamos nas Redes Sociais

Localização